UEB perde de novo no TJSC

By on 8 de julho de 2019

Buscando tratar de temas como exclusividade no uso e na prática do escotismo em território nacional, a UEB entra para requerer algo que extrapola a competência e os limites da nossa legislação e Constituição Federal.

A UEB iniciou diversos ataques judiciais contra a  AEBP e outros grupos independentes a partir de 2008.

Foram ataques contra pessoal de Brasilia, Joao Pessoa, RS etc etc etc.

UEB, seus diretores e assemelhados nos denunciaram na Policia Federal, Policia Civil de SP, Forum Criminal na Barra Funda, Forum do Jabaquara, Vara de Joinvile (2 vezes). E foram reclamar ao bispo. Verdade… foram deitar falação junto ao bispado em Porto Alegre.

Além, é claro, de uma campanha atacando nossa dignidade, nossa reputação, nosso idealismo.

Pois é.

Aqueles loquazes estavam errados em suas afirmações. Seus devaneios judiricos NÃO TINHAM EMBASAMENTO LEGAL.

Como agora se prova novamente.

Fomos vitimas de uma orquestrada campanha difamatória. Nada adiantou alguns usarem a credibilidade do Judiciário para nos atacar.

Pagarao sim os danos causados. Para que sirva de exemplo. É o aspecto educacional que tanto prezamos.

Quem não age como escoteiro, escoteiro não pode ser considerado.

Segue a sentença

Mario Greggio

Presidente da Scouts Brasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *